2as JORNADAS DE ESTRUTURAS DE BETÃO

COMPORTAMENTO EM SERVIÇO DE ESTRUTURAS DE BETÃO

 

Nota Introdutória

  • Passado ano e meio sobre a realização das 1ªs Jornadas de Estruturas de Betão, que reuniram na Faculdade de Engenharia mais de 250 participantes, julgamos ser oportuno organizar as 2ªs Jornadas com idêntico objectivo.

    O tema que então nos mobilizou "Betões de Elevado Desempenho - Novos Compósitos" era justificado na Nota Introdutória pela frase "...Há que actualizar e aperfeiçoar os conhecimentos para bem conceber e dimensionar estruturas de betão, mas há também que conhecer e bem dimensionar o material a utilizar..." e foi por aí que começamos.

    Hoje, dizemos:...há também que conhecer e bem dimensionar para um bom comportamento em serviço e é por aí que gostaríamos de continuar.

    Fruto da educação técnica e dos códigos da prática os estruturalistas têm sido sensibilizados apenas para a importância de dimensionar as estruturas aos estados limites últimos esquecendo ou deixando para plano secundário a concepção e dimensionamento para um bom comportamento em serviço.

    A experiência tem, no entanto, demonstrado que as questões mais importantes que se colocam hoje aos agentes da construção estão relacionadas com o deficiente comportamento em serviço das obras de betão resultando no mau funcionamento, na falta de qualidade e na degradação aceleradas das mesmas.

    Para garantir um bom comportamento em serviço é necessário começar pela concepção e qualidade do projecto, pela construção e aplicação adequada dos materiais e pela manutenção e reparação atempada das estruturas. O levantamento das avarias mais frequentes, a identificação das suas causas e consequências e a forma de as resolver são dados essenciais para uma aprendizagem com vista ao dimensionamento para um bom comportamento em serviço.

    Nestas 2ªs Jornadas de Estruturas de Betão serão equacionadas e discutidas as questões expostas quer relacionadas com obras de arte de engenharia (pontes e viadutos) quer no que se refere a edifícios.

  •  

    PROGRAMA

    HORA

    6ª Feira, 24 de Abril de 1998

    8.30 - 9:00h Distribuição de documentação
    9.00 - 9:15h Sessão de abertura
    Prof. Marques dos Santos (Director da FEUP)
    9:15 - 9:30h Nota de abertura - Influência do cálculo no comportamento de estruturas de betão armado em serviço
    Prof. Joaquim Sarmento


    Mesa:
    Prof. Raimundo Delgado
    9.30 - 10:45h "O Betão à vista é impossível?"
    Arqº Correia Fernandes

    "Cimento tipo I - Classe 52,5 R"
    Engº António Neto (CIMPOR)

    "Cimento branco: fabrico, características e utilização estrutural"
    Engª Ângela Nunes (SECIL) / Prof. A. Adão da Fonseca (FEUP)

    10.45 - 11:15h Café


    Mesa:
    Prof. Manuel de Azeredo
    11.15 - 12:30h "Casos de avarias em estruturas de betão"
    Prof. Joaquim Figueiras (FEUP)

    "Alguns casos de mau comportamento estrutural devido a problemas de carácter geotécnico"
    Prof. A. Silva Cardoso (FEUP)

    "Influência dos elementos estruturais no comportamento higrotérmico da envolvente dos edifícios"
    Prof. Vasco Freitas (FEUP)

    12:45 - 14:45h Almoço/Convívio no Hotel Ipanema


    Mesa:
    Prof. A. Guedes Coelho
    15:00 - 16:15h "Concepção de obras de arte para um bom comportamento em serviço"
    Engº J. Câncio Martins (J.L. Câncio Martins Lda)

    "Ponte Vasco da Gama. Particularidades de um grande empreendimento"
    Engº Luis Machado
    (BRISA)

    "Construção para um bom desempenho em serviço"
    Engº Luis Afonso (SOARES DA COSTA)

    16:15 - 16:45h Café


    Mesa:
    Prof. A. Adão da Fonseca
    16:45 - 18:00h "Observação do comportamento de obras da JAE"
    Engº J. Baptista dos Santos
    (JAE)

    "Utilização de fibra de carbono pré-impregnada no aumento de resistência e ductilidade de estruturas"
    Engº Thomaz Ripper (STAP)

    "Os compósitos de carbono/epoxi no reforço de estruturas de betão"
    Engº Farinha dos Santos (SIKA)

     

    Empresas Patrocinadoras

    CIMPOR-Cimentos de Portugal, SA
    SECIL-Comp.Geral de Cal e Cimento
    MOTA & Cª, SA
    SIKA-Indústria Química, SA
    SOARES DA COSTA, SA
    STAP, LDA.

     

    Local e Data

    Salão Nobre da Faculdade de Engenharia
    Rua dos Bragas - Porto
    Dia 24 de Abril de 1998

     

    Destinatários

    - Engenheiros e Arquitectos
    - Empresas de Construção
    - Empresas de Serviços de Engenharia
    - Entidades Promotoras da Construção
    - Câmaras Municipais
    - Alunos de Engenharia Civil

     

    Inscrição

    O custo da inscrição é de 15.000$00. Confere o acesso às sessões, a documentação das jornadas, o almoço convívio e café nos intervalos.

     

    Publicações

    O texto das comunicações e outra documentação útil, será editado em livro. Todos os inscritos terão direito a um exemplar.

     

    Comissão Consultiva

    Prof. Joaquim Ribeiro Sarmento
    Prof. Joaquim da Conceição Sampaio
    Prof. Aristides Guedes Coelho

     

    Comissão Organizadora

    Prof. Joaquim Azevedo Figueiras
    Engª Ana Maria Sarmento T. Bastos

     

    Secretariado

    Clotilde Bento
    FEUP-Departamento Engª Civil-Estruturas
    Rua dos Bragas-4099 Porto Codex
    Telf.2041944-Fax 2003640
    http://civil.fe.up.pt

     

    Organização

    Faculdade de Engenharia
    DECivil - Departamento de Engenharia Civil

     

    Apoio

    Grupo Português de Betão Estrutural
    Ordem dos Engenheiros - Região Norte
    Instituto da Construção